Oie! Oie!

29.10.09
Estou aqui bebendo um suco de laranja, escutando Guns and Roses e revendo nos meus conceitos que os evangélicos são a decima primeira praga do Egito que conseguiu tomar o mundo. Ou seja, eles são a grande primeira praga mundial. Sinistro. Muito piores do que um enxame de gafanhotos e a morte dos primogênitos. Ih, muito pior. Sério mesmo.

Como assim eu posso ser um cretino fascista a vida inteira e de repente quando eu me arrependo de coração sincero tá tudo bem, minha gente? Tá tudo bem o cacete no seu cu. E eu não duvido que Jesus realmente vá voltar, ele já está voltando e em forma de vírus. Tá todo mundo sendo infectado, a primeira foi Mara Maravilha e agora a minha prima. As pessoas que eu mais amo estão sendo levadas embora. Chamem as autoridades, alguém faça alguma coisa. Socorro.

Fui chamar minha prima para sair comigo e sabe o que ela disse? Que iria orar para ver se era da vontade de Deus. Como se pouco fosse, veio me dizer que tava lendo as anotações que fez sobre o Apocalipse e lembrou de mim (porque, sim, ela comprou um caderninho para anotar as coisas que o pastor fala. Ontem ela mostrava os peitos na janela do prédio em pleno carnaval e hoje ela faz anotações evangélicas. Se isso não é o apocalipse, não sei mais o que pode ser). Sabe em que parte ela lembrou de mim, minha gente? Nessa:

"Cai do céu uma grande estrela que arde como uma tocha cujo nome é Absinto. Ao cair sobre a terça parte dos rios e sobre as fontes, fez com que a terça parte das águas se tornassem em absinto."

- Pablo vai adorar não estar no reino dos céus comigo! Vai adorar!, era o que vinha na minha cabeça, primo.
(Eu pensando: sua vaca, você vai estar aqui juntinho de mim bebendo os rios de absinto e morrendo de sede também)
Eu falando: - Que bom que você lembrou de mim, lindona. heherere :D
- Pois é, primo! hihi

Tem mais, não pensem que o bom coração dos evangélicos para por aí, não. Depois ela veio me convidar para ir a Igreja - porque evangélico nenhum é evangélico de fato se não tenta te arrastar pra merda junto com eles. Perguntei se eles agora andam aceitando os gays, ela disse que não, mas que com certeza seriam legais comigo. Perguntei se haviam outros gays por lá e ela disse "ah, Pablo, tem uns que a gente desconfia. Mas não são as pessoas que nós queremos por perto, num é mesmo?". Ou seja.

Para encerrar com chave de ouro ela ainda disse que seria muito bom eu ir, porque "... vai ver nem é da vontade de Deus que VOCÊ SEJA ASSIM. Mas se for... fazer o que?".

Assim como?

Gente, me ajuda. Acho que to tendo um espasmo e to hiperventilando. Posso respirar não. Talvez sejam as bençãos de Deus caindo sobre mim. Gente... sério.

Dez minutos depois...

Vocês são tudopecadores. Vão morrer bebendo rios de absinto e vão ser devorados por gafanhotos gigantes dançarinos de Hula-hula. A ira de Deus caíra sobre a cabeça de vocês como se fosse uma grande estrela de fogo!!!!!!

Ai, Meu Deus. Fui pego pelo vírus do nosso senhor Jesus Cristo. Parem de me ler. Sai correndo, puta! Sai batido, viado. Os próximos podem ser vocês. Có-rrê!

Oie! Oie! (expressão que significa desgraça em hebraico ou aramaico ou seja lá que língua aquele povo falava) Oie! Oie! Saravah, Zabelê, Sarah Sheeva e Nana Shara! Oie-aiê!

Haiô Baby do Brasil. Amém.

explicações

28.10.09
Vieram me perguntar qual foi a da palhaçada de ontem de madrugada no meu @twitter. Eu explico.

Dei uma saidinha estratégica para ir a locadora e no caminho encontrei uma menina que fez curso de Inglês comigo no Wizard, na época que eu era obeso e tinha 12 anos de idade. Na minha cabeça uma só certeza: É agora que vou arrasar e ela vai se surpreender, pois estou mais magro e causando nas nights. Sei. Papo vai, papo vem, eu contei as grandes novidades da minha vida:

- É, menina, eu perdi cerca de duzentos mil quilos e agora estou saindo bastante mesmo. Adorando a nova fase. E você, quais são as novas?

Pra mim seria aquilo que sempre ouço: Blablá cursinho, blablá férias, blablá estive com cancer, blablá virei professora de educação física. Tá bom. Uhum. Pra que eu fui perguntar, não é mesmo, minha gente? Ela resolveu contar as novidades dela.

1) Ela acabou de voltar de Londres, estava fazendo faculdade por lá 2) Pretende se casar até julho do ano que vem, está namorando ha quatro anos 3) Ela me mostrou foto e o cara é mais bonito do que todos os modelos internacionais que eu já vi na vida 4) O namorado dela é filho de um dos donos de uma empresa bem famosa e é cheio da grana 5) Ela está cheia da grana 6) Acaba de conseguir um emprego que vai deixar ela com mais grana ainda 7) Se forma na faculdade em dezembro 8) Vai voltar para morar em Londres de vez 9) Ela e o namorado perfeito dela 10) Ela é linda, tem bochechas rosadas e é magra.

Preciso dizer que ouvi tudo isso fazendo a maior cara de azeitona? E a minha maior novidade é que andei perdendo peso e estou indo para boates? E eu estou orgulhoso de estar mais magro? Eu não tenho vergonha na cara?

Gente, resumindo a historia: ela além de também estar mais magra, inclusive mais magra do que eu, também anda saindo muito - lá em Londres, conseguiu um emprego numa agencia de turismo - lá em Londres, vai casar com um americano - lá em Londres e vai se formar agora no final do ano - lá em Florianópolis, pra onde estará indo semana que vem no carro que o noivo-namorado dela deu de presente em fevereiro, quando eles vieram passar o carnaval no Rio de Janeiro, porque o de Londres (!!!!!!!) é um saco. O carnaval em Londres é um s-a-c-o.

E tudo que eu conquistei na vida com meu próprio dinheiro foi um tamagotchi, um celular e algumas garrafas de vodca, que aliás, já acabaram e eu nem bebi sozinho. E é claro, meu celular foi roubado no mês passado.

Ok. Não falem comigo até a minha raiva passar. Preciso refletir.

ps: O cabelo dela estava to-do-ressecado. Vai por mim, não é inveja não.

dieta's life

21.10.09
Peguei aquele livro "Mulheres Francesas Não Engordam" para dar uma lida rápida e sem compromisso e uma das primeiras lições que o livro passa é a de que as mulheres francesas não engordam porque elas comem de tudo, em pequenas quantidades. Esse seria o momento de nos olharmos e fazermos aquela cara de "ooooh, que grande descobrida você fazeu! deer", já que o meu nutricionista me manda fazer isso desde a época que um real valia um dólar. Eu quero é que as Francesas se fodam. Elas fedem.

Mas uma coisa que pensei: os homens, que são historicamente mais pensadores do que as mulheres (hehe shhh), fazem isso há anos e nós mulheres (te perguntei alguma coisa?) nunca percebemos isso. Eles comem de todas um pouquinho e tão sempre sem excesso de peso... na consciência. O que me faz querer ser homem, já que eu vivo fazendo merda e morro com isso de peso e excessos. É tudo uma questão de alimentação, na verdade. Vem cá, você está entendendo alguma coisa?

Enfim, deixa pra lá... esquece. E-s-q-u-e-c-e.

Meu momento EGO

20.10.09
Fui dar uma zapeada pelo EGO, como há muito não fazia e dei de cara com isso aqui:


Fiquei me questionando que tipo de famosos poderiam ter surgido nessa festa, sendo Zeca Pagodinho o nome principal da matéria. E mais: quem seria esse promoter que tem 58 anos, se chama Glaycon, promove o próprio aniversario numa churrascaria e chama Zeca Pagodinho para dar uma comparecida e sair no EGO. Não me agüentei de curiosidade e cliquei.

Viviane Araújo e Radamés


Nana Gouvêa e Quitéria Chagas


Rosemary e Eri Johnson

Zeca Pagodinho e outros famosos? Promoter? Churrascaria? Enfim. Agora tudo faz sentido.

ok. time. aham.

Ontem estava eu confuso com a vida, pensando "eu preciso de um tempo de tudo e todos. sumir da internet". Faltou luz as dez da noite. Juro.

Eu fico puto com nego que acha que ser anjo da guarda é ouvir tudo ao pé da letra e depois quer que a gente INTERPRETE a porra da Bíblia. Eu fico puto. Dá pra interpretar o que eu disse não? Um tempo longe de tudo e todos e longe da internet no meu mundo quer dizer uma viagem internacional. V-i-a-g-e-m INTERNACIONAL. Mas não. Isso o meu anjo protetor não entende. É mais fácil mesmo cortar a minha luz e me deixar sem contato com o mundo humano. Pra porra com essas espertezas. Eu ein.

Me estressei e fui dormir. Odeio dormir sem vento porque isso é sinal de mosquitos livres para atacar. O que fazer, então? Aproveitar que tá uma chuvinha gostosa e se cobrir para evitar o estresse com os insetos impertinentes. Duas da manhã, acordei todo suado e nessa situação:


- Socoorrooo, mosquitooos africanos assassinos vindos direto do inferno para o meu quarto! Ring the alaarm!

Não preciso nem dizer com que especie de humor eu estou hoje. A minha alegria e energia boa é tanta que eu poderia matar velhinhas com a força do pensamento. E como na minha vida nada é apenas um momento, a luz só voltou ainda pouco, às 13:00hrs. Para o almoço tinha pensado numa comidinha deliciosa, acompanhada de uma coca-cola zero bem gelada, para dar uma acalmada nos ânimos. Aham. Tá bom. Claro que a coca-cola zero estava quente e claro que o gelo tinha derretido durante a madrugada, minha gente. Claro. Guento mais não. Abro mão de existir.

Sonhei ainda com cobra. Se fosse qualquer outra fase da minha vida onde eu não estivesse neste meu momento tão ligado ao miticismo, acordaria pulando de alegria e pensando que isso é sinônimo do meu desespero em pegar numa cobra ao vivo urgente. Mas não. Sonhar com cobra, segundo meu amigo que trabalha com as forças do oculto, é sinônimo de traição. Já me encontro aflito esperando a traição acontecer e tomara que seja uma coisa bem grossa, porque não estou com cabeça para ficar me estressando com coisa pequena.

Quero grossa e grande. hihi

viva a vida

11.10.09
Eu sou um apaixonado pela vida. Sou mesmo. Dos grandes. E eu falo isso com convicção, tudo porque um dia eu não pude viver. Passei os cinco anos mais alucinados da minha vida, dos treze aos dezoito anos. Épocas onde eu tomava antidepressivos fortíssimos, graças à um trauma, e não conseguia abrir a janela do meu quarto para ver o sol. Caminhava sozinho pela casa nas madrugadas enquanto nutria amizades virtuais. Hoje eu sei o valor que tem cada balada, cada loucura que cometo, cada erro meu. Dos amigos que venho fazendo e dos amigos que perdi, sei o valor de cada um deles. As pessoas me perguntam porque eu dou papo para vendedores ambulantes, para mendigos e estranhos na rua, simples: eu quero escuta-los. Durante cinco anos eu só consegui ouvir a mim mesmo. Experiencia de vida quase zero. Quer dizer, a minha experiencia de vida é muito rica. Minha historia é complexa. Mas experiencia cotidiana quase zero. E eu não fui infeliz enquanto depressivo. Eu sonhava. Eu sonho. Eu pintei meu mundo com as minhas próprias cores e minhas próprias regras de felicidade. Inventei historias, musicas e lacei-me na minha imaginação.

Eu estou cometendo falhas, pagando a minha falta de vivencia e gostando dos meus erros. Toda vez que erro feio e saio chorando, depois de perder uma briga, penso: então era isso? Era só ter feito diferente do que eu fiz e todos sairiam sorrindo? E é uma delicia se ver aprendendo e ter consciência de que você está crescendo em algum ponto da sua vida. Conheci bandas que gosto, pessoas que me machucaram, pessoas que me fizeram bem e não faz nem dois meses aprendi sobre gostar. Não tem ninguém que possa me dizer que ajo com maldade, sou honestamente a pessoa mais imatura (falta de vida!) e infantil (sonhador!) que vocês vão poder conhecer. E sempre, sempre (anotem: sempre!) que alguém me diz que não acredita na minha inocência e nessa coisa louca que sou, que vocês podem acompanhar aqui nesse blog... eu entendo. Entendo porque ninguém viveu a vida que eu vivi e ninguém NUNCA conheceu ninguém como eu. Eu estou me superando dia após dia, e quem sabe um dia eu não cresça e seja um adulto responsável? Ok. Duvido. Mas para mim há todo um caminho pela frente, e eu vou seguir sonhando que a vida é um conto de fadas e vou seguir acreditando em todos que cruzarem meu caminho. Vou me machucar, mas vou ser sempre real. E é claro que muitos duvidam que eu seja assim mesmo, que essa loucura seja real. Mas para essas pessoas eu só posso sorrir e me perguntar: como pessoas que tiveram uma vida tão normal e diferente da minha podem nunca ter aprendido nada?

Todos nós estamos com pressa, mas ninguém precisa se atropelar. A nossa pele não vale mais do que a pele de ninguém. Eu não acredito em salve-se quem puder. Acredito em salve quem puder.

Senso

8.10.09
Meu pai perdeu os critérios do bom senso. O meu cartão novo foi feito no MEU nome. O que nada mais quer dizer que agora que eu gastei uma grana pesada mês passado e ele não quer pagar, é o meu nome que vai ficar sujo no SPC SERASA.

Posso com essas coisas não, minha gente. Vou certo aceitar o relógio que o gringo quer me dar. Afinal...


... né?

hi, my name is donatella

2.10.09
"Gente, estou sendo acusado de um crime que eu não cometi, estão me perseguindo e estou tendo que fugir nesse exato momento, pela saída de emergência, mas eu volto para provar minha inocência. Não saiam daqui sem mim, preciso da carona de vocês!" é algo que eu venho dizendo no meio da noite, pelas baladas da vida, enquanto corro pela pista de dança com meu copinho de vodca nas mãos, desde que o que era pra ser fofo virou um filme de terror, só porque eu falei demais e na hora errada. Fabuloso. E é aquela velha historia; Quem é capaz de falar aquilo, pode muito bem ter falado isso. Mas nems. Eu só falei aquilo mesmo. Agora agüenta, Pablo. Respira.

Mas nesse exato momento eu estou com tempo zero para me preocupar se tem três ou quatro pessoas me odiando, achando que sou uma cobra e querendo espalhar isso pela cidade toda e tenho mais é que me preocupar com o gringo que conheci nesses últimos tempos de drama e que está me seduzindo para comer meu cu estou ficando cada dia mais fino quando se trata de linguajar, reparem só.

Ele tem 42 anos, carinha de 32 e é um charme. Italiano e delicinha. Coisa assim de que quando eu apresentar ele para as amigas bibas, vão todas ficar se chicoteando com as raízes da arvore da inveja. Mas tipassim, ele ontem, pra vocês ficarem por dentro da merda, me comprou um relógio bem caro. Mas como neguinho não curte ver as pessoas felizes por mais de meia-hora, já me alertaram que se eu aceitar, o meu marquês-de-rabicó é dele certeza.

- Socorro! Ring the alaaaarm!

Oi, meu nome é Pablo e eu tenho muito pavor de sexo anal. Gen-tê, não sei exatamente o que fazer, porque é obvio que estou louco para aceitar, mas não quero vender meu rabo por um relógio, sabe. Talvez umas roupas, seguidas de uns sapatos. Mas eu nem uso relógio. Realiza. Acho muito chato ficar com as horas rodando no meu pulso. Mas nada pode manter-se tão simples na minha vida: ele já deixou claro que se eu fizer a desfeita de recusar o presente, ele ficará muito chateado. Alguém tem uma solução pratica do que deve ser feito nesse caso? Algo que não envolva lubrificante e KY? Sugestões ou soluções, e-mails para pahbyrodriguez@hotmai.com.

É verdade.