drunker

31.5.09
Estou bêbado, mas eu ainda penso. Hoje sei; o maior castigo para a maldade - seja ela oculta para os que a cometem, ou para os conscientes - é a auto piedade. Dessa, meu amigo, ninguém escapa. A nossa auto analise é mais cruel que a nossa autonomia. Sempre.

A noite valeu.

Ps: Bia, seus conselhos são MARAVILHOSOS

29.5.09
Ontem um amigo me trouxe em casa de moto, as cinco da manhã, e eu tinha aula tipo as seis e meia. Pensei: vou correr pra casa, fingir que cheguei mais cedo que isso e fazer o fino com meus pais. Nós tínhamos bebido e tava chovendo como nunca na historia desse Rio de Janeiro. Então, lá estava eu, sem capacete, na estrada molhada, pegando uma tempestade sulista, em alta velocidade.

Olha, eu uso mais laquê no meu cabelo do que a falecida Dercy Gonçalves. A mistura do laquê com a chapinha fez meu cabelo virar uma especie de Bonsai gigante, coisa bem da esquisita, minha roupa tava mais molhada do que ex-BBB quando é convidada pra fazer evento e eu tava com mais bafo de álcool que Ney Latorraca. Ou seja, não consegui disfarçar nada e aconteceu a terceira grande guerra mundial aqui em casa hoje. Estou de castigo, segundo meus pais, até o ano que vem. E vocês querem saber a parte mais engraçada de tudo isso? Eu tenho 21 anos.

É, meus amores. Puro glamour.

ps: Bia, está tudo bem. Aquela mensagem foi alarme falso.

pabicha

Eu acho que é o meu momento de falar alguma coisa boa. Não boa para mim, mas algo que eu sei que é bom, mesmo que eu não coloque em pratica ou entenda. Não quero dar conselhos, vou usar o tom de ordem e medo nenhum tenho de que esteja falando sozinho.

Ame a você. Saiba exatamente qual é o seu melhor, para não haver duvidas ao ouvir alguém te descrever. Quantas são as pessoas que nos dizem coisas boas que não são verdadeiras? Às vezes passamos a vida tentando realçar uma qualidade que não possuímos. Livremos a nós de todo complexo e frustração. Saiba saber o que te faz único. Porque, sim, somos todos únicos, embora iguais a todos os outros. Não importa o quão só sejamos em nossa caminhada, se todos sozinhos somos, todos unidos estamos.

Acorde todos os dias. Acordar, por mais bobo que pareça, não é pouco. É um dos maiores milagres que poderemos vivenciar em nossas vidas. O dia que não acordarmos mais é porque a chance que nos foi dada nos escorreu pelos dedos como areia fina. Nós temos muito tempo para fazer tudo dar certo; 24 horas. E tanto tempo nunca foi tão pouco. Viva até não mais viver. Para estar morto, basta estar vivo. Então, para os desentendidos, repetirei: Acorde todos os dias.

E se não todos os dias, acorde de uma vez por todas.

- Pablo Rodríguez

quiero invitarte a conocer la vida que imaginé...

27.5.09
Estava contando meus problemas pra Bia e, são poucas as pessoas que podem falar de mim com propriedade e ela, com certeza, pode:

"Pablo te conheci com todas as dúvidas de uma criança na expectativa do primeiro amor e, por mais que o tempo passe, as coisas mudem, os amigos mudem, as baladas, os hábitos, os costumes...
Você não muda, por mais que você diga o quanto esta diferente, o quanto sai todas as noites, o quanto esta vivendo aventuras que nunca tinha vivido, me deparei com você com os mesmos medos e incertezas daquela criança que espera ansioso o primeiro beijo. Segue meu conselho, ta bom? E também assista malhação. Beijinhoss I love youuuuuuu"
___

Ela disse que eu tenho duvidas e problemas de um adolescente de quinze anos, e que pra resolver meus problemas basta assistir Malhação e seus dramas juvenis. É, meus amigos são assim. A-M-I-G-O-S.

RATIFICANDO

26.5.09
No post anterior eu falei demais. Eu só quero dizer que também tenho estado com pessoas que gosto muito em momentos que gosto muito. E tenho bebido coisas que gosto muito com pessoas que gosto muito. E eu tenho gostado muito mais das pessoas que gosto muito. Afinal, como disse pra minha amiga, to numa fase louca? Confere. Estou. Mas estou amando cada pedaço dela.

Espero que as pessoas que são meus momentos felizes saibam quem elas são, e quero que elas saibam que eu não faço nada que eu não queira. E quando eu quero, eu quero como eu quero. E no dia que eu não quiser algo, eu vou falar. Quando eu me calo ou disfarço, é quando eu mais quero o que quero.

Espero que todos vocês saibam que eu não sou normal. beijos

I still here

Sumi porque não encontrava tempo de vir aqui e organizar os pensamentos em frases. E da ultima vez que postei pra hoje, tanta coisa já aconteceu... Vou tentar resumir:

1. Eu tenho deixado de lado isso de querer viver um romance. Porque depois de bastante pensar, eu não tenho estrutura de vida para bancar um romance homossexual independente. Eu quero mesmo é dar uns pegas por aí, perder a virgindade com alguém que tenha muita pegada e que seja tudo inesquecível e bem lubrificado. Eu tenho mania de fazer todo mundo pensar que estou afim e, na hora que a pessoa ataca, eu corro tipos bâmbi no incêndio. Mas atualmente, eu não tenho pensado em correr. Eu quero que ataquem, e eu quero atacar. Loucura. Nessas eu estou numa situação super chata, como sempre, interessado em quem não me dá pé, onde a frase "Você pensa em mim quando ela diz te amar?", tem marcado bastante meus pensamentos. hoh-hoh. Fica aqui o recado, prq sim, estou na pista pra negocio. [/funk]

2. Eu tenho me vendido muito às circunstancias. Eu sou contra o uso de maconha e outros tipos de drogas. E eu me vi na semana passada fumando maconha e tendo crises de risos, numa situação muito nada a ver. Tenho estado em vários ambientes de puro climão, com pessoas das quais gosto muito, muito mesmo, mas em situações das quais não gosto nada, algumas poucas vezes. Tenho deixado de escrever e de estar em casa, como gosto, para estar na rua bebendo todo dia, o que não gosto. Eu estou numa especie de depressão que está me fazendo reagir de uma forma muito estranha. Outro dia eu estava lá, dando em cima de um gordo no bar que me deu bebida de graça e me ofereceu cocaína grátis. Eu. Dando. Em. Cima. De. Um. Gordo. Quando ouvi a palavra cocaína saí correndo. Logo lembrei de Britney careca e eu tipos adoro meu cabelo. Para o caos eu to partindo, meus amores. Minha loucura tem limite.

3. Eu fui ao cinema com uma amiga, e nesse cinema t-o-d-o-m-u-n-d-o dá um golpe e consegue assistir mais de três filmes de graça, é só sair de uma sala e entrar na outra. Eu nunca fiz prq sempre tive medo de ser pego. Até prq oi, eu sou eu? Aí resolvi inovar nessa minha vida e fazer, sem medo. Gen-te, não deu outra. Entrei na outra sala depois de assistir o filme que tinha pago e deu nem cinco minutos apareceu os seguranças para me expulsarem. "Poderia ver o ingresso de vocês?", respondi "Mans é craru", e fingi que procurei e não achei. "Os senhores vieram para assistir o filme da sala quatro, e infelizmente entraram nessa sala. Terei de pedir para que retirem-se". Climão. Lá fui eu, negro, sendo acompanhado por segurança de cinema até a porta da sala. Nunca mais volto lá.

e, sigam-me os bons: www.twitter.com/pahby

ring the alarm

11.5.09
Gente, me meti na maior merda de todas as merdas do mundo merda em que vivo. Sério. Eu entrei numas de que xxxproduto_ilicito_que_causa_felicidade era muito a boa e resolvi comprar. Mas cadê que encontrava? Nada. Todo mundo sabe que comprar essas coisas xxxproduto_ilicito_que_causa_felicidade por correio é o maior erro do mundo, eu não.

O que fiz? Encontrei um cara muito cats no orkut e ele disse que ia me mandar uns xxxproduto_ilicito_que_causa_felicidade pelo correio por um preço muito amigo. E vocês sabem o quanto valorizo uma amizade. Gente, sério, eu aceitei. Passei o meu endereço e tudo, meuzamores. Endereço, nome, telefone, CEP... tudo. Dia seguinte saiu no jornal que um menino tinha sido preso por receber xxxproduto_ilicito_que_causa_felicidade em casa por correio. Dois dias depois? Esse cara foi preso. Entrei em panico. Eu sabia que assim que xxxproduto_ilicito_que_causa_felicidade chegasse aqui a policia federal já ia bater na minha porta e me levar pra cadeia. Foi a semana mais tensa da minha vida. Mas já passou.

Aliás, o xxxproduto_ilicito_que_causa_felicidade nunca chegou e eu levei um calote. É isso. beijos

dolor no es color, sepas

10.5.09
Gente, gente... eu acho que sou muito mais sensível do que previa. Eu me criei em casa, fechado lendo livros e um dia resolvi sair e as coisas deram certo. Só que eu sou muito, muito, falante e acabo falando muito de mim pras pessoas e, não raramente, acabo ouvindo também. O foda é que eu me apego a elas de verdade. Acho que todas tem de me amar, serem reais, verdadeiras e minhas melhores amigas a todo momento e... PERM! Não é bem assim. Há quem me use, quem me iluda, quem esteja sendo escroto. Eu sei, mas não sei. Quer dizer... ai, to confuso.

Eu sou muito de notar pequenos detalhes, pequenos formas de expressar as coisas. Eu faço o maluco avoado, mas nem sempre sou. Se alguém me oferece uma bala, esse alguém pode comprar meu coração pro resto da vida. Sou totalmente carente de carinho e fico esperando tipos cachorro em porta de padaria que alguém me jogue alguma migalha de afeto. Socorro. Tenho de parar já com isso. Preciso ser mais Susana Vieira. Preciso também, aliás, de alguém mais carente do que eu, porque assim vamos virar um casal de pessoas nojentas que vão ficar em casa vendo a reprise de "Um amor pra recordar", chorando, comendo pipoca e atualizando as fotos no nosso orkut de casal "Pabby & Fulano - Amor eterno" que eu vou fazer e monitorar pra nenhuma vadia vir mandar scrap sem graça.

Ou talvez eu precise de um novo tratamento psiquiátrico. Tudo pode acontecer.

wak-up

Eu tenho passado dias muito felizes. No inicio eu estava achando uma loucura sair todo dia e não me deixar tempo para respirar e pensar. Mas no fundo, se é loucura melhor não ter razão. Estou me divertindo e estou bem, como há muito não estava. Sério. No meio de muitos farelos achei perolas. Eu sou foda.

Aí eu fico nessas de não saber dizer que amo com tanta firmeza. Coisa que eu preciso. Aliás, eu tenho estado confuso. Tenho achado que ninguém precisa ser gay para se envolver com outro homem, ou ninguém precisa ser hétero para se envolver com outra mulher. Na nossa vida a gente sempre se apaixonará por pessoas que podem ter algum tipo de traço em comum. É aquela coisa de olharmos pra trás e pensarmos: "Hm, que esquisito, todas as pessoas que amei tem tal coisa parecida" e esse traço que pode ser fisico ou de personalidade pode ser encontrado tanto em homens quanto em mulheres. Vai saber. Daí a chance de alguém não ser gay e se apaixonar por um homem. Loucão, né? Tenho pensado sobre.

Fora isso hoje é dia das mães e tudo que fiz foi ficar cantando o dia todo no karaoke musicas jamais curtidas antes por mim. Até eu ouvir aquele pagode "Mel na minha boca" do grupo Sonhos. É. To falando sério. Mexeu comigo. Alguém sabe um site bom pra baixar musica de pagode? Favor contactar.

q-q-o-q?

3.5.09
Me meti num sitio e cismei que sou muito amante da natureza. Agora sempre que olho aqui pros cômodos da minha casa, pensando fico: "gente, porque minha mãe não planta um pé de amora ali no centro da sala? Vai ficar show!". E uhum, eu usei a palavra show. Ai. Estou ficando sem critérios. Comolidar?

Lá estava eu pelo sitio numa boa, curtindo, bebendo... e garoto, me bateu umas de sentar na frente da fogueira e chorar que nem te conto. Coisa fina. Todos na paz e tentando manter o clima de felicidade... e eu chorando como nunca na historia dessa minha vida. Aquele vento úmido com cheiro de Pinho - Perfumes da Natureza e aquela grama estrategicamente feita para sujar minha roupa devem ter me abalado. Nunca fui de beber e chorar, gente. Nunca fui. Aliás, nunca fui nem de beber tanto. Oi, mentira. Mas enfim... beber e chorar nunca fiz mesmo, não. Só uma vez aí, mas foi porque bebi vinho que aberto estava há vários anos e tinha estragado. Ou seja, chorei porque estava morrendo.

Nessas eu chorava, ou porque ficava achando que não tinha muita vida pela frente, ou porque tinha muita vida e não sabia o que fazer com ela, ou porque nunca amei ou porque amo muito todo mundo. Resumindo: eu não tinha motivo nenhum para dar aquela crise homossexual de choro. E não era um choro tipos "hm hm, snif, snif, eu não tenho vida", era um choro tipos "buaaaaaaaaaaaaaaaa, eu... eu... eu... buaaaaaaaaaaaaaaaaaa". Tamanha elegância e bom senso só poderiam brotar de alguém como eu. AbraçosBrazil!

Mas me diverti MUITO e de verdade. Nunca imaginei que fosse voltar tão feliz e contente de um sitio. No dia em que eu for rico, branco e sem nariz, vou querer ter um sitio chamado Neverland, criar macacos e girafas dançarinas de tango, igual ao Michael Jackson. Porque isso de sitio e natureza é muito legal. Falo mesmo.


É, eu disse "muito legal". Não sou mais o mesmo.

against everything

1.5.09
Gente, to indo pra um sitio. É. Agora pense na tragedia que isso pode ser? Eu... num sitio. Cheio de mosquitos, lamas, mato, arvores... Nem curto arvore, né? Desde aquela arvore que numa chuva em Iguaba caiu em cima do meu triciclo. Desde então me tornei uma criança traumatizada.

Aí as pessoas vem me dizer com aquela vozinha de Eliana-dos-dedinhos: "Tem que ajudar as arvores, Pablo. Sem elas você não vive". Gente, que eu morra, mas bora me vingar dessas cretinas. Beleza, os seres humanos tão acabando com as arvores. Mas e aí? O que eu tinha com isso? Porque elas vieram se vingar logo de mim? Agora é assim? Olho por olho, dente por dente? A gente corta e elas se vingam em seguida?

Eu tenho muita certeza que nossa terceira guerra mundial vai ser contra um pé de arruda liderando um exercito de cipós selvagens com mascara de mosquito da dengue. Ou vai ver eu acordei de mal-humor e to falando um monte de coisas que não acho.

Reflita.

E já que eu estarei no sitio, me acompanhe 24hrs: www.twitter.com/pahby porque não é segredo que algo vai dar errado.