Ok, lets go.

29.6.08
Minha empregada lutou meses pra comprar uma geladeira. historia linda, e tal. lição de vida. comprou. aí ela iria pagar em 12 meses, só que, aconteceu alguma coisa relacionada a enchente, e lama, na casa dela e parece que ela não vai ter dinheiro pra pagar a tal geladeira que ela tanto sonhou, que sai agua da porta.

Mas o lance é que ela já pagou 6 meses de geladeira, e tão querendo pegar a geladeira de volta. Meo, qual é o senso de justiça desse povo, né? Se ela já pagou metade, ou vocês esperam ela ter dinheiro pra terminar, ou vão ter direito a levar de volta só metade da geladeira. eu ein.
24.6.08
Pablo Rodríguez (só pra amigos) says:
Eu ein

Pablo Rodríguez (só pra amigos) says:
homem me add no msn

Pablo Rodríguez (só pra amigos) says:
aí papo vai, papo vem

Pablo Rodríguez (só pra amigos) says:
a coisa andando

Pablo Rodríguez (só pra amigos) says:
ele vira:
(17:55) Juninhu: vc senta com a perna cruzada, joelho em cima de joelho, que nem mulher e alguns homens fazem?
(17:56) Pablo Rodríguez: HAHAHAHAHAHAHA JAMAIS
(17:57) Pablo Rodríguez: hahaha
(17:57) Juninhu: por que?
(17:57) Pablo Rodríguez: prq eu não gosto, mano. eu sento normalzinho, e tal. eu não curto cruzar as pernas, não ein.
(17:57) Pablo Rodríguez: "/

Juninhu está Offline

Pablo Rodríguez (só pra amigos) says:
o que ele queria? que eu fosse mais afetado que sou?

z.a.n.d.r.a says:
ahahahaha

Pablo Rodríguez alterou o nick para Pablo Rodríguez cruzando perninha - usando batom.
15.6.08
Foi uma semana movimentada, eu não tive tempo de passar aqui, mas eu nunca vou desistir. Mas ai, gente, eu ando com preguiça de ficar na frente do pc. eu to naquela fase de ficar comendo chocolate e vendo Marcia. Pura celebração.

Eu fui pra baladinha nessa semana, mas eu só vou falar disso no próximo post. Só vim correndo comentar que eu fechei com um site (!) porno (!) dos grandes (!) ganhando alguma coisa (!) pra escrever contos eróticos (!) pra eles. emotivo. eu não sei se tenho imaginação suficiente pra isso, tendo em mente que faz tempo que, eu não sei nem o que é de quatro, de ladinho, e dando patinha pra esquerda. E eu não faço ideia de como começar. Se eu, sei lá, começo narrando uma paisagem azul, com nuvens no céu, e uma tcheca molhadinha na areia sendo apalpada. não sei a formula da coisa ainda. Assim que publicar o primeiro conto eu darei o link pra todos lerem. Hmmm, eu também andei conhecendo a Joss Stone, e eu fico pasmo com a minha falta total de noção e respeito pelo próximo. Eu tratei Joss Stone como se merda fosse, e ainda zuei com a cara dela. e gente, eu juro, ela é tão boazinha. ela, inclusive, lembra minha irmã, se eu tivesse uma.

Depois me perguntam prq estão sempre me barrando na alta roda. A ultima alta roda onde eu estive se chamava caminhão.

Ainda bem

12.6.08
Ainda bem que eu fiz esse blog, ein? Eu sabia que em algum momento da vida, ter um diário virtual iria me fazer falta. É tipos aquelas máximas dos tempos em que sua avó chupava rôla: perereca que vive molhada, é perereca que não leva paulada. Tá, essa máxima fui eu que inventei. Mas já fica daqui pra eternidade.

São cinco horas da manhã, e eu tenho que acordar as oito pra poder ir comprar algumas coisas fúteis no shopping. Aí eu marquei de ir no Fashion Rio cobrir o evento pro Estou em Transe e Multicenter Magazine e, tipos, eu não to afim de adiar. E eu também marquei que iria dar umas voltas hoje com a Karina e a Jay e, tipos, Fashio Rio, né? Mas eu no meio disso tudo também esqueci que não tenho um santo no bolso [pausa para registrar que parei de chamar dinheiro de puto. não me convém ter notas chateadas comigo, quero-as sempre por perto (/infantiloide)], pra qualquer coisa.

E claro, hoje é dia dos namorados, e eu, particularmente, acho horrível quando as pessoas que tão namorando vem te desejar feliz dia dos namorados. a-ha. feliz, né? dá uma vontadezinha de ir mandar se fuder e falar que você sabe que a pessoa ta cagando pra você, e quer mesmo é mostrar que feliz é ela, e você é um fodido. Por isso que ela deseja felicidades, ao invés de constatar que você é feliz. Não é uma coisa no nível "Feliz é você", é sempre "Feliz dia dos namorados". Como se fosse uma mensagem de "não fica triste por tá encalhado, não. tente sorrir". respira. eu já comentei que hoje também é aniversario de casamento dos meus pais? acho que são tipos uns 23 anos transando juntos.

Quer saber? Vou é mesmo pro Fashion Rio, vou beber muito champanhe de graça, vou tomar um porre fashion. De lá vou direto pra festa que Úrsula me convidou, a tal da "Solteiro sim, sozinho nunca", prq hoje, é o único lugar onde é certeza encontrar pessoas encalhadas, fingindo que gozaram ontem, tipos eu.

Feliz dia dos namorados pra vocês tmbm!

Tudo de ruim acontecendo...

7.6.08
Meu pai saiu de casa. Parece que ele e minha mãe se desentenderam de vez, e ele saiu de casa, de vez, com uma amiga do trabalho. ok, é mentira. Mas é que a minha vida ta tão parada que, eu to com vergonha de vir aqui sem ter uma novidade decente. E eu achei que isso de pai indo embora iria render horrores num post. esquece.

essa semana eu descobri que o orkut, com o tempo, apaga a existência daqueles que não tem mais orkut. Por exemplo, digamos que, alguém que você ame venha a falecer: um dia, você vai procurar e os depoimentos sumiram, as postagens da pessoa nas comunidades não existem mais, e no fim, é como se as pessoas jamais tivessem existido. ôó, galeres. ôó. calma. então, quer dizer que eu posso sair por aí me queimando a vontade no orkut, mandando aqueles scraps que eu sempre quis tipo "venha me ver peladinho pela cam", pra todo mundo que eu gostar, e mesmo assim um dia tudo isso será apagado, e eu terei minha ficha limpa pela vida, como se esses momentos nunca tivessem existido, no fim das contas? adôro. Prq nessa vida o importante não é as pessoas não lembrarem que você já fez disso, é elas não terem como provar que você já fez disso. E bem, não tendo como eles provarem daqui ha um tempo...
...vou começar desde já.

espero que não dê merda. prq se for da merda, me leva antes, jesus.

Inimigos pra quê?

3.6.08
Zee me deu um chegapralá, e me mandou estudar. Fui no curso. hunf. Aí na volta, eu não sei prq, mas eu li 38, onde tava escrito 35, no onibus. o 38 me leva até o lugar onde deveria estar, a caminho da região oceanica, onde moro. 35 me leva para o subúrbio da cidade, região de favelas.

E como se trata de mim, eu só fui notar que peguei o onibus errado, quando dentro de uma favela estava. Sem dinheiro, sem motivos pra viver. Liguei pra minha mãe me buscar. Mas não foi numas de "mãe, me busca?", foi tipos "mãe, socorro, to preso na boca de fumo. corre aqui!". e nesse meio tempo, mandei mensagem para todas as minhas amigas com os seguintes dizeres: "liga pra mim, meo? ...urgente?", prq eu precisava contar pra alguém sobre os meus medos internos de ser reconhecido por algum traficante. É que eu já tive a minhas épocas de baile funk. Mandei pra uma, esperei 20 minutos, e nada. Pensei, vou mandar pra mais 15, vai que alguma liga?, e se todas ligassem juntas, ia atender a que ligou primeiro. claro.
De quinze mensagens, zero pessoas me ligaram. zero, gente. z-e-r-o. Gente, e se eu tivesse jurado de morte, e aquele fosse o momento da execução? Eu nem meu ultimo pedido poderia ter feito pra alguém.

Nesse post quero agradecer a Deus por todas essas maravilhosas amizades.
Emoção.

adooouro Rugby

1.6.08
Nem adianta achar que eu não ia voltar, prq eu sou que nem barata: sempre volto. Vou explicar o meu sumiço: quarta-feira eu fui no show do Tiago Iorc, na livraria Saraiva, só que como eu sempre me atraso, cheguei a tempo de ver é show nenhum. De lá, metade foi embora, mas eu fiz questão de arrastar a Zandra, e a Gabi pra qualquer outro lugar, pra enchermos a cara. Eu sempre acho que a noite não deu em nada se eu não ficar bebado, ou se eu não fizer sexo casual com estranhos. Optei por ficar bebado. Mentira, não foi uma opção.

Ficamos dando em cima de uns gringos que estavam na mesa ao lado, até vermos que em nada ia dar, prq estavam bebados demais. Mudamos de mesa, e avistamos o novo time de Nova York do RioRugby. Ai, gente. Quer me deixar todobabado? Só me dar uma skol, me jogar num bar, e dizer pra mim que você pratica algum esporte violento. Aliás, esquece isso de esporte, basta me dar uma skol, e me jogar num bar. Horas de papo com galera do Rugby, e eu ja tava puto prq eles só tinham olhos pra bunda das meninas. Até que, chegou um bem gato dizendo que minha camisa era linda. E ele pegava na minha camisa, e me olhava. ui. adoro. Mameo, aquela camisa eu ganhei da minha tia, quando fui ajuda-la num hospital para crianças com problemas mentais. sabe. a camisa era de lá. Que bom que alguém, além de mim, também acha legal isso de camisa com desenho de bonecos com tapa olho.
Ele começou a conversar com Gabi sobre as tattoos que ela tem, e disse que tem uma na barriga. respira. Em um dado momento, ele ameaçou ir embora com uma prostituta que lá estava, e eu disse pra ele pra não fazer isso. Na verdade, eu estava falando com a boca "não faça isso blablablablabla", e querendo dizer com movimentos corporais estranhos "me joga na cama e me faz de lençol blablablablabla". Mas não deu certo. Eu preciso praticar mais isso de mensagens via movimentos corporais. Eu tenho certeza que eu acabei passando a mensagem "corre de mim prq eu sou carente blablablabla". idiota. E não é que ele não foi com a prostituta mesmo, gente? adoro. Até que achamos que era o momento de ir embora, na verdade, o bar fechou. na verdade, fomos colocados pra fora por causa da hora. Eles chamaram pra irmos com eles pro hotel. vocês foram? nem eu. Ele disse que ia mostrar a tatuagem dele, na barriga. Eu queria ir, sabe. mas só eu queria, as meninas não. e vocês sabem que eu quando bebo não mando é em nada.

Enfim, depois eu conto de quinta, sexta, e sabado. É que eu to com uma preguiiiiiiça, menino. E agora eu só sei que nada sei.